Seguidores

CIED

CIED

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Carro do Padre (paróquia) é arrombado em Bom sucesso PB





Bom Sucesso PB, sexta-feira em 02 de novembro de 2016.

Segundo informações repassadas a nossa reportagem, por volta das 03:00 horas de hoje (02), no centro da cidade de Bom Sucesso PB, foi registrado uma tentativa de roubo ao carro da paroquia um Fiat branco; elementos não identificados quebraram o vidro lateral do carro, e tentarão roubar pertences de dentro do veiculo, pertencente a paroquia de Brejo dos Santos PB; mas como o alarme do veiculo disparou, acredita-se que por este motivo tenham se evadido do local sem levar nada. Vale salientar que o Padre toma conta das paróquias de Bom Sucesso PB e Brejo dos Santos PB.
A Policia chegou ao local de imediato para tomar as medidas necessárias que requer o caso.
Nesta semana, foi roubado da igreja evangélica que esta em construção, um portão de ferro.

Portanto em Bom Sucesso nem o pastor e nem o padre escapa de ações dos ladrões.

A NOTICIA BOM SUCESSO PB
Leia Mais ››

Acidente com vitima fatal na RN 117 no município de Patu/RN



O acidente que terminou, na tarde de ontem, 01 de dezembro, com a morte de Sebastião Vieira de Brito Filho de 41 anos de idade, residente na cidade de Messias Targino aconteceu por volta de 15 horas, em frente ao Posto de Combustível Esperança II e próximo ao trevo de acesso a cidade de Rafael Godeiro, na RN 117 no município de Patu. 

Segundo consta nos registros de policia, Sebastião trafegava de motocicleta pela RN, quando foi surpreendido por outro motoqueiro que saiu do posto e invadiu a pista. Com a leve batida das motos, ele caiu e morreu no local. O outro condutor fugiu do local antes da chegada da policia. 

Depois dos procedimentos realizados pela equipe de plantão no Itep em Mossoró, o corpo de Sebastião Vieira foi removido e será necropsiado na sede da Unidade Regional do ITEP em Mossoró.


O Câmera
Leia Mais ››

Renan Calheiros vira réu no Supremo pela primeira vez


Por 8 votos a 3 , o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (1º) aceitar denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2013 contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo crime de peculato. Com a decisão, o senador se torna réu na Corte pela primeira vez.
Apesar de aceitar a denúncia por peculato, a Corte também entendeu, seguindo voto do relator, ministro Edson Fachin, que as acusações de falsidade ideológica e uso de documento falso prescreveram em 2015, oito anos depois de a infração ter sido cometida.
A Corte julgou nesta tarde denúncia na qual Renan é acusado de usar o lobista de uma empreiteira para pagar pensão a uma filha que teve fora do casamento. Ele também é acusado de ter adulterado documentos para justificar os pagamentos. O caso foi revelado em 2007. Na época, as denúncias levaram Renan a renunciar à presidência do Senado.
Votos a favor da denúncia
Para o relator do inquérito, Edson Fachin, as provas apresentadas no processo mostram que há indícios de que Renan Calheiros usou em 2007 notas fiscais para mascarar desvios de verba indenizatória do Senado para simular os contratos de prestação de serviços de locação de veículos.
“A denúncia imputa ao acusado a celebração de mútuo fictício com a empresa Costa Dourada Veículos para fim de, artificialmente, ampliar sua capacidade financeira e justificar perante o Conselho de Ética do Senado capacidade de arcar com o pagamento de pensão alimentícia”, disse o ministro.
O ministro Luiz Roberto Barroso votou diferentemente do relator, aceitando a denúncia em relação aos três crimes. “Considero como documentos públicos um número maior do que o relator considerou”, disse Barroso para justificar sua decisão. Os crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso só estariam prescritos se os documentos que embasam essas acusações forem considerados particulares.
Apesar de acompanhar o relator, o ministro Teori Zavascki disse que a denúncia apresentada pelo Ministério Público "não é um modelo de denúncia" e disse que "os indícios são precários e estão no limite". Zavascki, que é relator da Operação Lava Jato, também disse que a Corte não pode ser responsabilizada pela demora no julgamento do processo.
“Dos 100 inquéritos que tenho aos meus cuidados envolvendo pessoas com prerrogativa de foro, 95 não estão em meu gabinete e cinco estão de passagem, e apenas dois dependem de exame de recebimento da denúncia. O Supremo é juiz, não é investigador, não é ele que busca a prova, é ele que julga”, explicou.
Rosa Weber, Luiz Fux, Marco Aurélio, Celso de Mello e presidente do STF, Cármen Lúcia, também acompanharam o voto do relator pelo recebimento parcial da denúncia.
Votos contra a denúncia
Os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram pela rejeição total da denúncia por entenderem que não há indícios para o recebimento da denúncia.
Toffoli considerou as acusações como "criação mental" do Ministério Público. "Não se logrou na investigação provar que o serviço [da locadora de veículos] não foi prestado, mas, como não houve trânsito de valores em contas bancárias, deduz [-se] que o serviço não foi prestado para o recebimento da denúncia", disse Toffoli.
Lewandowski criticou a falta de provas na denúncia e disse que "houve certa criatividade" por parte da PGR. "Por mais contundentes que sejam os indícios de prática criminosa, o inquérito não pode se transformar em instrumento de devassa na vida do investigado, como se todos os atos profissionais e sociais por ele praticados ao longo de anos fossem suspeitos ou merecessem esclarecimentos. A denúncia deve ser objetiva", afirmou.
Para Gilmar Mendes, a PGR deveria ter "honestidade intelectual" de pedir o arquivamento. "Nós temos um clássico caso de inépcia, já reconhecido pelo relator [Fachin], quando disse que [a prova] está na zona limítrofe, na franja."
Acusação
Na denúncia formalizada em 2013, a Procuradoria-Geral da República acusou Renan dos crimes de falsidade ideológica e uso de documento falso, por utilizar meios fraudulentos para justificar a origem de R$ 16,5 mil pagos mensalmente à jornalista Mônica Veloso entre janeiro de 2004 e dezembro de 2006.
Em processo aberto no Conselho de Ética do Senado quando o caso veio à tona, em 2007, Renan apresentou recibos de venda de gado para comprovar uma renda compatível com os pagamentos. Segundo laudo pericial da PGR, os documentos são falsos e não correspondem a transações comerciais verdadeiras. Um dos compradores teria negado expressamente a compra de cabeças de gado do senador.
A PGR acusou ainda Renan do crime de peculato, por ter desviado, entre janeiro e julho de 2005, a verba indenizatória a que tem direito como senador. Apesar de ter apresentado notas fiscais para comprovar o aluguel de dois veículos, os investigadores alegam que os documentos, no valor de R$ 6,4 mil cada, são fraudulentos.
"Não foram encontrados lançamentos que possam comprovar a entrada e saída de valores [nas contas da locadora de veículos e do senador], situação que comprova que a prestação de serviços não ocorreu”, disse o vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Borges de Andrada, ao ler o relatório da PGR, durante a sessão.
Defesa
Durante o julgamento, o advogado do presidente do Senado, Aristides Junqueira, defendeu o arquivamento de toda a denúncia por falta de provas. “Quando se recebe uma denúncia inepta o constrangimento é ilegal. Não há indícios suficientes sequer para o recebimento da denúncia”, disse Junqueira.
Leia Mais ››

Homens invadem casa mata um e deixa outro ferido no Sertão da Paraíba; Fotos


Por volta de 00:10min desta quinta-feira (01/12) um homicídio e uma tentativa foi registrado no bairro São Francisco zona sul da cidade de Cajazeiras.

Informações, que possivelmente três elementos invadiram uma residência efetuando vários tiros de 12 contra dois indivíduos identificados como Tiago Xavier Rolim Vulgo (Thiago Macaxeira) que teve morte instantânea e o outro Manoel Messias Lins dos Santos, vulgo, "Peixinho" que foi atingido com um tiro na boca.

Após a prática criminosa os acusados fugiram em um carro tomando rumo ignorado.

Uma equipe do SAMU foi acionada com apoio da Polícia militar, e ao chegar no local constatou a veracidade da informação onde socorreram "Peixinho"para o Hospital Regional de Cajazeiras, já a PM isolou a área para a realização da Perícia.

Várias guarnições  realizaram diligências no intuito de prender os suspeitos, no qual o nome de um dos assassinos foi confessado pela vítima que sobreviveu. 

No local foi apreendido uma arma calibre 12 aparentemente de fabricação caseira que foi utilizada para cometer o crime. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Patos.

Informações que Peixinho, ao sair do Hospital será encaminhado para o Presídio Padrão de Cajazeiras, já que existe um mandado de prisão aberto em seu desfavor.

No local reina a Lei do Silêncio. A Polícia Civil investiga o caso.

HW COMUNICAÇÃO
Fonte: Ângelo Lima




Tiago Xavier

"Peixinho"
Leia Mais ››

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

DIPLOMAÇÃO DO PREFEITO ELEITO DE BOM SUCESSO PB PEDRO CAETANO SERÁ DIA 15; COMO TAMBÉM OS DEMAIS PREFEITOS DAS CIDADES PERTENCENTES A 36ª ZONA ELEITORAL

Resultado de imagem para PEDRO CAETANO BOM SUCESSO PB

Os prefeitos eleitos que fazem parte da 36ª zona eleitoral serão diplomados neste dia 15 de dezembro de 2016.
O Prefeito eleito de Bom Sucesso PB Pedro Caetano será diplomado juntamente com a sua Vice-prefeita Olivya Cavalcante, e os 9 vereadores e os suplentes das respectivas coligações; os mesmos receberão o diploma no dia 15 deste, as 08:00 horas da manha, no auditório da UEPB em Catolé do Rocha PB. 

Diplomação dos eleitos e suplentes em Catolé do Rocha, Riacho dos Cavalos, Brejo dos Santos, Mato Grosso, Bom Sucesso e Jericó será dia 15

O Juiz Eleitoral responsável pela 36ª Zona Eleitoral Dr. Alírio Maciel Lima de Brito, publicou o edital no sentido de comunicar a data da diplomação dos candidatos eleitos no último pleito eleitoral, bem como, do 1º e 2º suplentes das coligações partidárias e partidos, da diplomação que será na quinta feira dia 15 de dezembro no auditório do Campus lV da UEPB em Catolé do Rocha.
A diplomação terá início a partir das oito horas da manhã e é aberto ao público que queira prestigiar seu candidato ou candidata que lograram êxitos nas eleições deste ano.


com Domício Filho
Leia Mais ››

Bandidos estouram agência do Banco do Brasil, em Paulista (PB)

Foto: HW Comunicação

Mantendo a rotina e ousadia do crime organizado, mais uma agência bancária é vítima da ação de bandidos no Sertão da Paraíba. O registro desta vez aconteceu na cidade de Paulista. De acordo com as primeiras informações, o sinistro teria acontecido na madrugada desta quinta-feira (01), quando elementos tentaram explodir o caixa eletrônico do Banco do Brasil.
Informações dão conta de que o grupo formado aproximadamente por dez homens fortemente armados teria chegado à cidade em dois veículos.
Um popular que presta serviço nas imediações como vigilante, cujo nome ainda não foi repassado, foi feito refém.
Rapidamente os homens colocaram o artefato no equipamento que mesmo explodindo não possibilitou o acesso aos valores.
O gerente da agência creditícia não informou o quantitativo depositado nem quando o caixa teria sido abastecido, informações privadas da instituição.
No entanto, a afirmação foi de que a máquina teria sido substituída recentemente, o que possivelmente teria impossibilitado a ação.
Os elementos não realizaram disparos e a pratica criminosa se deu de forma muito rápida.
Diante do insucesso deixaram o local, ocasião em que o refém também foi liberado.
Há quem afirme que os assaltantes seguiram destino rumo ao vizinho estado do Rio Grande do Norte, já outras pessoas acreditam que possa ter seguindo com destino a São Bento.
Nenhuma dessas informações foi confirmada até agora pela polícia. O fato teria acontecido por volta das 02h40.

Com Marcelino Neto

Leia Mais ››

Comerciante tem casa invadida por bandidos em Catolé do Rocha


Por volta das 20:30 desta Quarta Feira (30) dois bandidos não identificados e armados invadiram a residência do comerciante Roberto Lacerda de (49) anos, residente na Rua Avany Suassuna no Bairro Sady Soares em Catolé do Rocha, os elementos trancaram o comerciante juntamente com sua família dentro de casa.

A dupla de vagabundos tomaram Uma quantia de 7.000 mil reais, várias jóais e celulares também foram levados pelos Elementos, a PM tomou conhecimento do roubo mais ninguém foi preso.

Por: Eli Cavalcante
Leia Mais ››

Operação conjunta entre as polícias Militar do RN e PB e Polícia Civil do RN prende bandidos, apreende veículo e material usado para estourar bancos


Uma grande operação policial realizada pela Polícia Militar da Paraíba, em conjunto com as Polícias Militar e Civil do Rio Grande do Norte, que teve início na madrugada desta quarta-feira (30 de novembro), na área do 12º BPM de Catolé do Rocha (PB), sob o comando do Major Douglas Ferreira, culminou com a prisão de dois assaltantes envolvidos com quadrilha de estouro de bancos, apreensão de um veículo e material usado pelos bandidos.

A ação policial teve início na madrugada desta quarta-feira, quando os policiais conseguiram interceptar e apreender uma Caminhonete Chevrolet S 10, cor prata, clonada, que foi apreendida na Rodovia PB-317 que liga o município de Riacho dos Cavalos a Catolé do Rocha.

Na operação também foram presos dois elementos natural de Petrolina (PE), acusados de serem integrantes de uma quadrilha de assalto a bancos. Os dois acusados estavam sem documentos, e confessaram que a caminhonete S 10 foi trazida da cidade de Juazeiro (BA), e seria utilizada num estouro de banco programado para a noite desta quarta-feira.


Em ato contínuo, foram intensificadas as diligências na madrugada desta quarta-feira, após a prisão dos dois pernambucanos envolvidos numa quadrilha de estouro de bancos, quando os policiais conseguiram chegar até o local de apoio dos indivíduos, localizados em uma fazenda denominada Cangaíra, no município de Messias Targino (RN).

Ao perceberem a aproximação das equipes, os bandidos empreenderam fuga e deixaram para trás grande quantidade de grampos, uma base metálica para arma longa, comida, água e outros apetrechos. 

Um terceiro elemento por nome de Messias que estava dando apoio ao bando foi identificado e trazido para prestar esclarecimentos na Delegacia de Polícia.

A operação policial realizada nesta quarta-feira (30) teve a coordenação do Major Douglas Ferreira, comandante do 12º BPM de Catolé do Rocha, que acompanhou ‘in loco’ todo o desenrolar e desfecho das ações policiais.



 

PORTAL CATOLÉ NEWS
Leia Mais ››

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Sancionada lei que torna vaquejada legal e manifestação e patrimônio cultural

A vaquejada é bastante praticada no Nordeste


O presidente Michel Temer sancionou sem vetos a lei que eleva rodeios, vaquejadas e outras expressões artístico-culturais à condição de manifestação cultural nacional e de patrimônio cultural imaterial.
Em julgamento feito em 6 de outubro, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou inconstitucional uma lei cearense que regulamentava eventos desse tipo. Desde então, a proposta que visava à sua legalização ganhou força no Congresso Nacional e foi aprovada no mesmo dia (1º de novembro) tanto na Comissão de Educação, Cultura e Esporte quanto no plenário do Senado. A decisão do STF resultou também em uma manifestação contrária a ela, feita por vaqueiros no dia 11 de outubro na Esplanada dos Ministérios.
A vaquejada é uma atividade competitiva bastante praticada no Nordeste brasileiro, na qual os vaqueiros têm como objetivo derrubar o boi, puxando-o pelo rabo. As pessoas contrárias à atividade argumentam ser comum o tratamento cruel de animais. Com a sanção presidencial publicada no Diário Oficial da União de hoje (30), a prática passa a ter respaldo legal.
Na defesa que fez de seu relatório aprovado em novembro, o senador Roberto Muniz (PP/BA) argumentou existir ações de aperfeiçoamento da atividade para proteção do animal. Segundo ele, é preciso discutir formas de cuidar bem dos animais sem que seja necessário negar a prática de manifestações culturais, e que a proibição da vaquejada representa “desprezo do que é a cultura nordestina”, em especial a cultura do interior do país. 
 Resultado de imagem para LEI DA VAQUEJADA E LEGALIZADA
Com a sanção da lei, além da vaquejada passam também a ser considerados patrimônio cultural imaterial do Brasil o rodeio e as expressões culturais decorrentes dela – caso de montarias, provas de laço, apartação, bulldog, paleteadas, Team Penning e Work Penning, e provas como as de rédeas, dos Três Tambores e Queima do Alho. Também se enquadram como patrimônio cultural imaterial os concursos de berrante, apresentações folclóricas e de músicas de raiz.
Wildemberg Sales foi um dos organizadores do Movimento Vaquejada Legal no Distrito Federal (DF), evento feito em outubro contrário à decisão do STF. Segundo ele, cerca de 700 mil famílias vivem de forma direta ou indireta da vaquejada em todo o país. Ele também alega não haver agressão aos animais durante os espetáculos e que essas suspeitas decorrem, em parte, do fato de a vaquejada ser confundida com outras atividades, como é o caso da farra do boi. 
Agência Brasil
Leia Mais ››

Por ampla maioria e na calada da noite, Câmara aprova emenda para acabar com a Lava Jato

Câmara dos Deputados aprova pacote anticorrupção com punição a juízes e membros do MP Luis Macedo/Câmara dos Deputados,Divulgação

Por 313 votos a favor e 132 votos contra, a Câmara dos Deputados aprovou, às 01:23 da manhã desta quarta (30), uma emenda às “10 medidas contra a corrupção” (aprovadas por 450 votos a favor e 1 contrário) que define a previsão de “crimes de responsabilidade” para juízes e membros do Ministério Público.
A ampla votação dos deputados a favor da medida não tem a preocupação de garantir que todos sejam atingidos pela lei. O foco da medida, como apontado por políticos contrários e à favor da medida durante a sessão, é claro: permitir que Sérgio Moro, Deltan Dallagnol e demais membros da operação Lava Jato que aterroriza centenas de políticos possam ser colocados no banco dos réus, praticamente acabando com a Lava Jato.
Uma das maiores defensoras da aprovação da medida durante a sessão foi Clarissa Garotinho, filha de Anthony Garotinho, que chegou a ser preso na semana passada pela acusação de compra de votos em campanhas eleitorais.
O projeto das “10 medidas contra a corrupção”, juntamente com a emenda aprovada, segue para votação no Senado, ainda sem data prevista.
Leia Mais ››

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Casal é encontrado morto com marcas de tiros na zona rural de Governador Dix Sept Rosado; Veja as fotos


O agricultor Elias de Freitas da Silva, de 30 anos e sua esposa Aglair Santana de Aquino de 21 anos de idade, foram encontrados mortos com marcas de tiros, no final da manhã desta terça feira 29 de novembro de 2016 ao lado de uma motocicleta em uma estrada carroçável que dar acesso ao sítio Novo na zona rural de Governador Dix Sept Rosado na região oesate Potiguar. 

A Polícia Militar da cidade foi acionada e as informações chegadas ao destacamento eram de que um casal teria morrido vítima de um acidente de trânsito, mas quando os policiais chegaram no local encontraram capsulas de pistola espalhadas pelo chão e logo perceberam que se tratava de um duplo homicídio, por que havia marcas de tiros nos corpos das vítimas. 

De acordo com as informações colhidas pela PM, o casal retornava da cidade de Governador, onde teria feito compras em um supermercado, para o sítio onde morava, quando foi interceptado por dois indivíduos que ocupavam um moto grande e que atiraram nas vítimas. 

O que a Polícia ainda não sabe, é se os criminosos motaram o casal para roubar, ou se foi execução, por outro motivo. Há informações ainda não confirmadas pela polícia de que o casal teria feito um saque de 1000 reais na cidade. 

Após o trabalho de isolamento do local de crime realizado pela Polícia Militar e da perícia pela equipe do ITEP, os corpos foram recolhidos e conduzidos a sede do órgão em Mossoró, para serem necropsiados e depois liberados para sepultamento.



Elias foi atingido com cerca de 12 tiros de Pistola, a maior parte na região da cabeça e sua mulher foi alvejada com quatro disparos nas costas.
O delegado de Polícia Civil daquele município Dr. Edvan de Queiroz, juntamente com sua equipe vai dar início as investigações para chegar aos autores do crime.



FIM DA LINHA
Leia Mais ››

Hoje completou 30 anos da morte (assassinato) do ex-prefeito Nilton Viriato (Severino Veriato)


Bom Sucesso PB, em 29 de novembro de 2016.

Hoje faz exatamente 30 anos da morte do ex-prefeito de Bom Sucesso PB Severino Viriato conhecido por Nilton Viriato.
No dia de sábado em 29 de novembro do ano de 1986, foi brutalmente assassinado a tiros o ex-prefeito de Bom Sucesso PB Severino Viriato (NILTON VIRIATO), na estrada que liga a cidade de Bom Sucesso PB a Brejo dos Santos PB, mais precisamente no sitio Seringa no municipio de Brejo dos Santos, na época estrada de barro hoje a PB 323. 
Segundo testemunhas o ex-prefeito vinha em um fusca trazendo de carona pelo menos 3 pessoas, quando foi atingido por disparos de arma de fogo, o mesmo perdeu o controle do carro saiu da estrada sendo alcançado pelos seus algozes, que em ato continuo terminaram de executar o ex-prefeito.
O sepultamento do ex-prefeito foi realizado no cemitério público de Bom Sucesso PB, uma multidão compareceu ao seu velório e sepultamento, ficou conhecido na história de Bom Sucesso PB como um dos maiores enterros da nossa história, em se tratando de números de pessoas.
Nilton Viriato foi homenageado tempos depois recebendo o nome do Hospital Municipal de Bom Sucesso PB; pois foi considerado um bom prefeito para a população carente. 

NILTON VIRIATO (Severino Viriato) foi Prefeito de Bom Sucesso PB na gestão 31/01/1977 a 31/01/1983.

A NOTICIA BOM SUCESSO PB

Leia Mais ››

Mario Sergio e Victorino Chermont estavam no voo da Chapecoense. Veja a lista de passageiros que estavam no voo da Chapecoense

Mario SergioQueda
Resultado de imagem para acidente aéreo chapecoense

O voo que caiu nesta terça-feira (29) nas proximidades de Medellín levava, de acordo com a Chapecoense, 72 passageiros, além de nove tripulantes. Desses, 21 eram profissionais de imprensa. O único sobrevivente seria o jornalista Rafael Henzel, da Rádio Oeste Capital, que foi levado ao Hospital San Juan de Dios.
De acordo com a polícia de Antioquia, o estado colombiano onde fica Medellín, apenas cinco pessoas sobreviveram. Havia 81 pessoas no voo, sendo que 76 morreram. Três dos sobreviventes são jogadores - Danilo, Alan Ruschel e Folmann -, e outra é uma tripulante - Jimena Suárez.
A Fox, que transmitia a Copa Sul-Americana, levava seis profissionais: o comentarista Mario Sérgio Ponte de Paiva, ex-jogador da seleção brasileira, Victorino Miranda, Rodrigo Santana Gonçalves, Davair Paschoalon (Deva Pascovicci) e Lilacio Pereira Júnior, Paulo Clement.
Da Globo, estavam no voo Guilherme Marques, Ari de Araújo Junior e Guilherme Lars, além de Laion Machado Espíndola, do GloboEsporte.com. Do Grupo RBS, de Santa Catarina, os jornalistas Djalma Araújo Neto e André Luis Goulart Podiacki.
Além disso, havia oito radialistas: Rafael Valmorbida, Renan Carlos Agnolin, Fernando Schardong, Edson Luiz Ebelliny, Gelson Galliotto, Douglas Dorneles, Jacir Biavitti e Ivan Carlos Agnoletto.
Os atletas convocados
1. Danilo (sobrevivente)
2. Gimenez
3. Bruno Rangel
4. Marcelo
5. Lucas Gomes
6. Sergio Manoel
7. Felipe Machado
8. Matheus Biteco
9. Cleber Santana
10. Alan Ruschel (sobrevivente)
11. William Thiego
12. Tiaguinho
13. Neto
14. Josimar
15. Dener
16. Gil
17. Ananias
18. Kempes
19. Follmann (sobrevivente)
20. Arthur Maia
21. Mateus Caramelo
22. Aílton Canela 
Demais convocados e comissão técnica
22. Caio Júnior (Técnico)
23. Duca
24. Pipe Grohs
25. Anderson Paixão
26. Anderson Martins
27. Dr. Marcio
28. Gobbato
29. Cocada
30. Serginho
31. Serginho
32. Adriano
33. Cleberson Silva
34. Maurinho
35. Cadu
36. Chinho di Domenico
37. Sandro Pallaoro
38. Cezinha
39. Giba
 
Diretoria
40. Plínio D. de Nes Filho
41. Nilson Folle Júnior
42. Decio Burtet Filho
43. Edir de Marco
44. Ricardo Porto
45. Mauro dal Bello
46. Jandir Bordignon
47. Dávi Barela Dávi
 
Convidados
48. Delfim Peixoto Filho
49. Luciano Buligon
50. Gelson Meisão
 
Imprensa
51. Victorino Chermont (Fox Sports)
52. Rodrigo Gonçalves
53. Devair Paschoalon
54. Lilacio Júnior
55. Paulo Clement (Fox Sports)
56. Mario Sergio P Paiva (Fox Sports e ex-jogador)
57. Guilher Marques
58. Ari Júnior
59. Guilherme Laars
60. Giovane Klein
61. Bruno Silva
62. Djalma Neto
63. André Podiacki
64. Laion Espindula
65. Rafael Henzel (sobrevivente)
66. Renan Agnolin
67. Fernando Schardong
68. Edson Ebeliny
69. Gelson Galiotto
70. Douglas Dorneles

71. Jacir Biavatti
AGÊNCIA ESTADO
Leia Mais ››